FQV e ACIC lançam curso online grátis de introdução à audiodescrição

Imagem de aula do Curso audiodescrição

FQV e ACIC lançam curso online grátis de introdução à audiodescrição

Tornar conhecida e popularizar a audiodescrição, técnica de acessibilidade que pode ajudar mais de 10 milhões de consumidores de audiovisual no Brasil. Este é o objetivo do “Curso de Introdução para Consultores em Audiodescrição”, que a Filmes Que Voam, junto com a Associação Catarinense para Integração do Cego (ACIC), está lançando gratuitamente. 

Cena de uma vídeo aula do Curso

Acesse gratuitamente o Curso de Introdução para Consultores em Audiodescrição

O curso é resultante de encontros presenciais realizados em fevereiro de 2019 na Sede da ACIC para 20 alunos, frutos do edital de chamamento público 0001/2016 da Secretaria de Cultura e Esporte do Governo de Santa Catarina. O plano era dar subsídios profissional para pessoas cegas e com baixa visão.

“Tivemos uma procura muito maior do que as vagas disponíveis. Por isso resolvemos gravar o curso presencial e com essa base organizar novas videoaulas para distribuição gratuita”, conta o coordenador do curso, Chico Faganello.

Os professores foram os especialistas com larga experiência no setor, Felipe Mianes, Márcia Caspary e Carla Azevedo que, ao longo de 20 videoaulas, apresentam e discutem a audiodescrição, de forma simples e direta, para leigos e iniciados. “A audiodescrição exige uma formação ampla, longa e específica. Nos detivemos apenas às partes iniciais porque a meta é despertar a curiosidade e estimular as pessoas a estudarem e praticarem, porque se trata de uma técnica em constante evolução”, explica o coordenador.

Durante os encontros presenciais os alunos puderam realizar o roteiro de audiodescrição de um filme de curta-metragem, o premiado “Qual Queijo Você Quer”, da diretora catarinense Cíntia Bittar, que também está disponível na página do curso, junto com um modelo de roteiro de audiodescrição. Além disso, aprenderam princípios para descrição de imagens estáticas, cuja síntese encontra-se no Guia Filmes Que Voam #PARATODOSVEREM #PRACEGOVER e conheceram como a audiodescrição pode estar presente na vida das mais de 10 milhões pessoas cegas e com baixa visão que, segundo o IBGE, vivem no Brasil.

“Já não existem mais dificuldades técnicas para a audiodescrição não estar ativa na indústria do entretenimento. As salas de cinema já tem equipamentos homologados, as TVs também e na internet é mais fácil ainda usar estes recursos”, afirma Chico.

A Filmes Que Voam está preparando, desta vez com o investimento do Fundo Setorial Audiovisual, do BRDE e da Ancine, e através dos programas de formação do Ministério da Cidadania, um amplo curso de acessibilidade que, além da audiodescrição, vai trazer também conteúdos sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Legendas para Surdos e Ensurdecidos, de modo que “finalmente cerca de 20 milhões de pessoas com deficiências possam ser integradas na indústria do entretenimento, porque já existem condições para isso”.

Este novo curso será em todo o Brasil, com aulas presenciais e online. Acesse este link para mais detalhes e a possibilidade de reservar vagas.

 



Veja também:



Publicidade

 Solicitar orçamento

Top