Inovação nas versões em Libras

Inovação nas versões em Libras

 

Inovação nas versões em Libras

Projeto experimental busca diferentes formas de traduzir


Começamos nesta semana, com o filme Muamba, inovar nas versões dos filmes distribuídos em LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais. Quase sempre os filmes e videos na Libras tem apenas um tradutor, inserido simultaneamente aos diálogos com a imagem o canto inferior da tela. Nosso proposta é dar mais dinamismo e amplitude às traduções. Planejamos  usar mais de um (a) tradutor (a) para o mesmo filme e também outras possibilidades de posicionamento. Mas tudo depende da aceitação do público e, claro, dos recursos que conseguirmos para continuar este projeto experimental. Esperamos que funcione e cada vez mais os filmes brasileiros tenham as suas versões na Libras.

Leiam abaixo depoimento do tradutor responsável por esta versão, Tom Min Alves:

“Em geral, os tradutores e interpretes de línguas de sinais (TILS) se utilizam de incorporações em processos anafóricos para assumir os diversos papéis, de cada personagem, daqueles que participam de diálogos. Isso é percebido pelo direcionamento do tronco e do olhar ou por uma expressão característica. O problema é que em algumas ocasiões um interlocutor, no texto fonte (TF), não respeita o turno da fala de outro sobrepondo a informações. Assim cabe ao TILS escolher o que omitir para encaixar a tradução no mesmo tempo da fala na dublagem do TF. Como resolver isso? Surdos ou ouvintes são capazes de processar várias “vozes” ou sinalizações simultâneas, com algum prejuízo, selecionando a essência das mensagens desde que sejam expressas em bom som para ouvintes ou mesmo foco para sujeitos visuais. Então, tentamos aproximar as “janelas do interprete” para manter o foco, nesta tradução do filme “Muamba” que é uma proposta de se passar o máximo de informações no tempo em que elas ocorrem e deixar que o público selecione à quem dar mais atenção. Mesmo que as sinalizações nesta tradução sejam sobrepostas é bastante inteligível. Analogamente, as legendas em português são inacessíveis à quem não tem boa prática de leitura, então, de igual forma, alguns sinalizantes sentirão algum desconforto. No entanto, essa tradução é uma proposta diferente e criativa para um novo modelo de tradução em Língua Brasileira de Sinais. Espero que gostem e nos tragam sugestões de como melhorar.”

Veja o lançamento do filme Muamba em LIBRAS no próximo sábado, 11 de abril.

Dê sua opinião, comente abaixo suas percepções a respeito da adaptação para Libras, para que possamos aperfeiçoar nosso trabalho! Curta a nossa página, o canal do YouTube e fique por dentro de todos os lançamentos.



Veja também:



Publicidade

 Solicitar orçamento

Top